dimecres, 15 de juliol de 2009

Zezé di Camargo e Luciano O dia em que eu sai de casa


No dia em que saí de casa minha mãe me disse filha vem cá
Passou a mão em meus cabelos, olhou em meus olhos começou falar
Por onde você for eu sigo com meu pensamento sempre por onde
estiver
Em minhas orações eu vou pedir a Deus
Que ilumine os passos seus
Eu sei que ela nunca compreendeu
Os meu motivos de sair de lá
Mas ela sabe que depois que cresce
A filha vira passarinho e quer voar
Eu bem queria continuar alí
Mas o destino quis me contrariar
E o olhar de minha mãe na porta
Eu deixei chorando a me abençoar
A minha mãe naquele dia me falou do mundo como ele é
Parece que ela conhecia cada pedra que eu iria por o pé
E sempre ao lado do meu pai na pequena cidade ela jamais saiu
Ela me disse assim minha filha vá com Deus
Que este mundo inteiro é seu
Eu sei que ela nunca compreendeu
Os meus motivos de sair de lá
Mas ela sabe que depois que cresce
A filha vira passarinho e quer voar
Eu bem queria continuar alí
Mas o destino quis me contrariar
E o olhar de minha mãe na porta
Eu deixei chorando a me abençoar
E o olhar de minha mãe na porta
Eu deixei chorando a me abençoar
E o olhar de minha mãe na porta
Eu deixei chorando a me abençoar...

En el dia en que sali de casa
mi mama me dijo
“hijo ven aqui”
paso sus mano en mi pelo
me miro a los ojos y empezo a hablar
por donde tu te fueras
yo te sigo
con mis pensamientos
siempre yo estare
en mis oraciones yo voy a pedir a Dios
que ilumine tus pasos
Yo se que ella nunca comprendio
los motivos de salir de alli
pero ella sabe que despues que crece
un hijo es un pajaro que quiere volar


yo queria continuar alli
pero el destino me quizo contradecir
y la mirada de mama en la puerta
yo la deje llorando bendiciendome
mi mama auqel dia
me hablo del mundo como era el
parece que ella conocia cada piedra que yo iba a pisar
siempre al lado de papa
de la pequeña ciudad ella jamas salio
ella me dice asi:
“mi hijo ve con Dios
que este mundo es solo tuyo”
Yo se que ella nunca comprendio
los motivos de salir de alli
pero ella sabe que despues que crece
un hijo es un pajaro que quiere volar
yo queria continuar alli
pero el destino me quizo contradecir
y la mirada de mama en la puerta
yo la deje llorando bendiciendome
y la mirada de mama en la puerta
yo la deje llorando bendiciendome
y la mirada de mama en la puerta
yo la deje llorando bendiciendome
y la mirada de mama en la puerta
yo la deje llorando bendiciendome